WHATS ATIVIDADE

NOTÍCIAS

POSTADO EM 11 DE FEVEREIRO DE 2020

APÓS ''PUXÃO DE ORELHA'' DE FAUSTÃO, FLAMENGO SE POSICIONA: ''LEVIANO E INCONSEQUENTE''

Após tomarem um "puxão de orelha" de Faustãoneste domingo (09/02),  o Flamengo decidiu responder nas redes sociais.

O time publicou um texto com nota oficial rebatendo a cobrança do apresentador, que pediu que o time pague às famílias dos garotos vítimas do incêndio no Centro de Treinamento George Helal, que ocorreu há pouco mais de um ano.

O time diz que "O apresentador Fausto Silva acusou, de forma leviana e inconsequente, as diretorias(passada e atual)do Clube de Regatas do Flamengo de agirem de forma desrespeitosa nas negociações com as famílias das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu".

Segundo o Flamengo, as acusações não correspondem à realidade. "Fausto Silva desconhece, ou preferiu omitir, todo o trabalho que o Flamengo tem feito para minimizar os efeitos desta que foi a maior tragédia do Clube em seus 124 anos de existência: não falou que 19 famílias e meia, das 26 atingidas pela tragédia, já entraram em acordo no que diz respeito às indenizações", começou a elencar.

"O Flamengo, desde o primeiro momento da tragédia, trouxe familiares de todas as vítimas para o Rio de Janeiro e os hospedou em um hotel para que pudessem acompanhar de perto as apurações das autoridades competentes. O mesmo aconteceu com as famílias residentes no Rio de Janeiro. Por iniciativa própria, o Clube pagava, desde fevereiro de 2019, uma ajuda de custo mensal no valor de R$ 5 mil, ou seja, seis vezes maior do que a média que os atletas recebiam. Desde o fim do ano passado o valor pago pelo clube passou para R$ 10 mil", continuou a defesa do clube.
?
A nota finaliza: "Desde o primeiro momento, o Flamengo disponibiliza assistência médica, pedagógica, psicológica e social para as vítimas e seus familiares. O Flamengo ofereceu a todas as famílias um valor muitas vezes superior ao que a Justiça brasileira costuma determinar em casos como este. O Clube mantém sim contato com as famílias, inclusive por meio dos advogados constituídos por elas próprias para representá-las".

Nos comentários, a maior parte dos torcedores pede que o clube pague as indenizações às famílias. "Sou flamenguista, mas paga logo o que deve. É um desrespeito com os familiares, sei que o dinheiro não vai apagar a dor e o sofrimento de uma perda mas é a única coisa que se pode ser feito no momento. Então paga logo!", escreveu um.

O incêndio ocorreu no dia 08 de fevereiro de 2019, vitimando pelo menos 10 garotos e deixando três feridos.

FONTE: CONTIGO